Os exercícios físicos trazem benefícios imagináveis ao corpo humano, principalmente se este está na terceira idade. Quer saber como? Clique aqui e confira essas e outras informações interessantíssimas!

Quando a terceira idade bate à porta, a primeira coisa que pensamos é “tenho que ir ao médico”, a segunda atitude é se direcionar a uma farmácia e “encher o carrinho” de remédios. Você certamente já deve ter ouvido falar de idosos que chegaram a 100, 110, 120 e até 130 anos sem nenhum tipo de doença, as reportagens sempre relatam esses casos atípicos.

Talvez (ou com certeza) o desenvolvimento dessas doenças estejam diretamente ligados ao fato de não praticar atividade física. Já parou pra pensar? Segundo estudos de várias universidades especializadas no mundo inteiro, a maior fluência de doenças e distúrbios se dá naqueles que não praticam ou não praticaram exercícios durante sua vida.

A melhor maneira de acabar de uma vez por todas com esse problema, é começar! Não é nada fácil, obviamente a constância dos exercícios é sem dúvidas uma tarefa árdua que merece disciplina e responsabilidade com a própria saúde.

Existem uma porção de benefícios que envolvem o ato de praticar atividade física, dentre eles podemos citar alguns como:

1° Melhora na capacidade de se locomover – Isso significa preferencialmente que seu corpo conseguirá se sustentar sozinho, ainda que esteja em idade avançada. Enquanto muitos idosos precisam de auxílios e apoiadores, aqueles que praticam atividade física possuem maior poder de locomoção e realizam suas atividades cotidianas sem o auxílio de outrem. É sua independência garantida ainda que a velhice esteja chegando.

2° Melhora o equilíbrio da sua estrutura corporal – Você terá muito mais equilíbrio ao se levantar, deitar, andar, cuidar da sua casa, das plantas, ir ao banco, fazer compras, enfim todas as atividades do nosso cotidiano que são tão importantes e as vezes, se torna tão difícil realizar sozinho. O equilíbrio é quem ditará, sem sombra de dúvidas, a sua capacidade de manter-se em pé.

3° Aumenta o nível de atividade física espontânea – Com certeza a sua disposição estará em alta se o corpo está em constante movimento. Isso indica que quanto mais se dispõe ao ato de praticar exercício, mais motivado e naturalmente disposto a tal estará. O importante é sempre dar o pontapé inicial e começar de alguma forma, o que te espera após são só boas surpresas.

4° Aumenta a densidade óssea – Quer ossos mais fortes? Combine a ingestão dos remédios (recomendados por seu médico) com exercícios! Isso fará total diferença, muitas composições medicamentais fazem o triplo de efeito quando ligadas ao ato de movimentação. Um corpo em movimento é capaz de curar doenças por si só e evitar muitas outras.

5° Ajuda a controlar diabetes, artrite e doenças cardiovasculares – Quando a idade chega, com ela vêm vários problemas. Naturalmente, o seu corpo estará mais suscetível e predisposto ao agravamento de quadros, com a atividade física, tudo isso pode ser amenizado ou evitado (na maioria das vezes). Estar bem consigo mesmo permitirá que sua estrutura esteja forte.

6° Melhora a ingestão alimentar – Quando praticamos atividade física, naturalmente há maior gasto calórico e consequente a isso nossa fome aumenta. Praticando atividade, seu corpo estará em melhor momento de trabalho, isso o levará a comer mais e desenvolver massa magra, eliminando naturalmente a massa corpórea indesejada, aquela que chamamos de “gordura”.

7° Diminui quadros depressivos – É natural que durante a terceira idade, principalmente após a aposentadoria, os idosos comecem a desenvolver a depressão. Isso acontece porque sua mente se volta a fase “inútil da vida”, por obterem atividades trabalhísticas por tanto tempo, a aposentadoria se torna um fardo maior do que podem carregar. Isso acarreta até mesmo no desânimo de viver, levando muitos a óbito.

Fora todos esses benefícios “técnicos”, a movimentação física também poderá ser eficaz em outras áreas relacionadas ao corpo em si, sobre a estrutura de nossos órgãos, músculos, pernas, braços, mãos e afins. Por causar fortes problemas como:

  • Fraqueza muscular;
  • Desordens visuais;
  • Anormalidades do passo;
  • Doença cardiovascular;
  • Alteração cognitiva.

O corpo tende a baixar a imunidade do idoso. Isso acaba trazendo a facilidade para o desenvolvimento de outras doenças, até mesmo aquelas que não estão diretamente ligadas aos “sintomas” que orientamos acima. Lembrando da importância das atividades, ressaltaremos abaixo mais benefícios das práticas de modalidades que diz respeito ao corpo, como:

» Fortalecimento dos músculos, pernas e costas – Você terá maior fortalecimento dessas áreas, justamente por criar uma musculatura mais forte e resistente a possíveis quedas, pancadas e torcer dos tornozelos. É muito importante que esteja firme e não desenvolva maiores fraturas, o que certamente ocorre em idosos de baixa imunidade e/ou baixa resistência física.

Exercitar-se na terceira idade, garante uma vida mais longa

Quando você se exercita com frequência na melhor idade da vida, consequente a isso alguns benefícios são provindos ao seu corpo, citamos acima vários deles, destacando agora a longevidade de vida a todos que mantém um corpo em movimento.

Em qualquer idade, já está mais do que comprovado que exercitar-se traz benfeitorias, mas especialmente durante a melhor idade, isso pode trazer mais anos de vida e melhor de tudo, mais anos bem vividos, cheios de saúde e alegria.

Resultado de imagem para idosos exercicio

Idosos que se exercitam tem mais propensão também ao desenvolvimento das atividades sociais, tendo assim maior capacidade de continuar “vivendo a vida a tona” mesmo depois de envelhecer. Isso porque se tornam pessoas mais bem humoradas, tendo mais responsabilidade com seus corpos e relações sexuais.

Durante essa fase, naturalmente existe uma propensão a terminação do ciclo sexual, aqueles que possuem movimentação diária física, dificilmente se sentem desmotivados a descontinuar suas atividades íntimas, pois seu corpo ainda funciona perfeitamente.

Nesse período, existem vários relatos de pessoas que cessam um casamento duradouro para viver outras experiências que “façam a vida valer a pena”, enquanto alguns casais conseguem remodelar seu íntimo e tornar o casamento uma fase igualmente inspiradora como no início da relação.

Idosos que possuem maior longevidade de vida, também podem acompanhar o crescimento dos seus netos, conviver com bisnetos e ver o envelhecimento dos filhos. Essa é uma experiência impagável e que torna a existência de qualquer ser humano mais válida.

Estima-se também que por causa dessas novas “atitudes fit”, os mais velhos tem aumentado sua população no Brasil, isso também é decorrente de campanhas feitas pelo Governo Federal que estimulam o controle de natalidade.

Se os idosos estão vivendo mais, é extremamente importante que mais esse período da vida seja vivido com qualidade e bem estar.

Como escolher um modalidade adequada para minha idade?

Essa é uma pergunta mais que comum. Para definir uma boa resposta, é indispensável tenha ciência de todas as suas limitações físicas, isso quer dizer que se existe algum problema clínico relacionado a suas articulações, é indispensável que tenha acompanhamento médico.

Também pode ser que seu sistema respiratório esteja sendo afetado, o que impede que haja o efetuamento de exercícios intensos que possam estimular a necessidade de uma respiração perfeita. Portanto, uma bateria de exames é o mais indicado antes de procurar uma modalidade fit.

Depois de haver reconhecido todas as suas limitações, é hora de fazer uma minuciosa avaliação de seus gostos pessoais, “tá, mais o que isso tem a ver?”TUDO! Quando você se força a efetuar uma atividade física que não é de seu interesse, certamente não será consistente nela.

Existem idosos que se identificam com os jogos de futebol, enquanto outros preferem dançar. Existem também outros esportes que muito os motivam como as corridas, natação, ciclismo, spinnig, modalidades de academias, lutas, etc.

Dica: Antes de optar pela atividade a ser feita, procure experimentar todas as modalidades possíveis, desde danças como samba de gafieira e salão, até mesmo esportes mais “agressivos e intensos” como as lutas, a exemplo muay thai, boxe, jiu jitsu e mais.

A importância de manter a rotina de exercícios

Não é recomendável que comece um exercício na segunda feira e falhe os demais dias da semana. Para que haja os benefícios citados anteriormente, é extremamente importante que adapte sua rotina as atividades e não o contrário.

Recomendamos que procure organizar perfeitamente em uma agenda (para não esquecer) todos os seus afazeres diários, envolvendo os respectivos horários para efetuação dos exercícios. Essa agenda impedirá que se esqueça das aulas ou ainda não se prepare para o horário.

Na terceira idade, é comum que os idosos mantenham uma rotina doméstica, isso pode acarretar até mesmo numa depressão pós-aposentadoria, o que geralmente acaba levando muitos a morte. Portanto, organize-se e se empenhe.

Comente sobre esse post com os amigos.
Load More Related Articles
Load More By BlogsMix
Load More In Diversão & Cia

One Comment

  1. […] A importância do exercício físico na velhice. […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.